Descubra 8 motivos para incluir Curcuma longa na sua rotina alimentar!

Posted by Larissa Gelfuso 05/11/2018 0 Comment(s)

A cúrcuma longa é uma especiaria comumente estudada pela ciência, devido à suas propriedades nutricionais, e pela gastronomia, graças ao seu poder de agregar sabor aos alimentos. Também conhecida como açafrão-da-terra ou açafrão-da-índia, é uma planta originária do Sudeste da Ásia, utilizada na medicina indiana, em razão dos efeitos digestivos e anti-inflamatórios. Confira 8 motivos para consumi-la diariamente:

1. É considerada uma especiaria funcional.

Considerada um alimento funcional, o principal fitoquímico – extraído do rizoma da planta – é a curcumina, um composto fenólico que contém potentes antioxidantes denominados curcuminoides. Estudos evidenciam a importância da cúrcuma para a saúde, em diferentes benefícios.

2. Agrega saúde e sabor diferenciados.

A cúrcuma também possui óleos essenciais, usados na forma de corantes alimentícios e na suplementação nutricional, garantindo sabor diferenciado aos alimentos, benefícios nutricionais e coloração única.

3. Possui efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios.

Dentre os principais efeitos da curcumina, podem-se destacar: auxílio no manejo de condições oxidativas e inflamatórias, minimização da síndrome metabólica, controle dos sintomas de artrite reumatoide e da inflamação induzida por exercícios, aumentando a recuperação e o desempenho em pessoas ativas. 

4. Tem maior absorção, quando combinada com pimenta preta.

Em razão da baixa biodisponibilidade da curcumina e pelo seu metabolismo rápido e sua rápida eliminação, existem vários componentes que podem aumentar a absorção. A piperina é o principal componente ativo da pimenta do reino e, quando combinada em um complexo com curcumina, demonstra aumentar a biodisponibilidade em 2000%. 

5.  Pode atuar na melhora da memória.

As propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias da cúrcuma já demonstraram aumentar a função cognitiva em pessoas com doença de Alzheimer. A curcumina é uma substância capaz de reduzir as placas que se formam no cérebro de indivíduos com Alzheimer, melhorando a memória em geral. Estudos mostram que pacientes com Alzheimer que apresentavam irritabilidade, agitação e ansiedade, tiveram estes sintomas atenuados ao consumir cúrcuma, potencializando sua qualidade de vida de modo significativo.

6. Pode ser adicionada em diferentes receitas culinárias.

Sopas, pastas, patês, panquecas, arroz... a cúrcuma pode ser adicionada em diferentes receitas para trazer um toque especial de coloração e sabor característico.

7. Auxilia na proteção cardiovascular

Por atuar como potente anti-inflamatório, o consumo de cúrcuma frequente tem demonstrado efeitos positivos no controle de doenças cardiovasculares, principalmente aterosclerose, uma vez que a curcumina também auxilia na modulação do perfil lipídico sanguíneo (redução do colesterol).

8. Pode contribuir com o gerenciamento da glicemia.

Na medicina tradicional, o extrato da curcumina vêm sendo utilizado para auxiliar no controle glicêmico e no gerenciamento do diabetes, por modular vias relacionadas à insulina, aumentando a sensibilidade insulinêmica e reduzindo os níveis de glicose, principalmente em pessoas com excesso de peso.

Referências

BUFFON, M.C.M. et al. Avaliação da eficácia dos extratos de Malva sylvestris, Calêndula officinalis, Plantago major e Curcuma zedoarea no controle do crescimento das bactérias da placa dentária. Estudo in vitro. Revista Visão Acadêmica, v. 2, n. 1, p. 31-8, jan. 2001.

MARCHI, J.P. et al. Curcuma Longa L., o Açafrão Da Terra, e seus benefícios medicinais. Arquivos de Ciências da Saúde da UNIPAR, v. 20, n. 3, p. 189-194, set. 2016.

GUPTA, Subash C., et al. Multitargeting by turmeric, the golden spice: from kitchen to clinic. Molecular nutrition & food research, v. 57, n. 9, p. 1510-28, set. 2013.

KHALIQ, T. et al. Recent progress for the utilization of curcuma longa, Piper nigrum and Phoenix dactylifera seeds against type 2 diabetes. The West Indian Medical Journal, v. 64, n. 5, p. 527-532, abr. 2015.

PEREIRA, R. e MOREIRA, M.R. Cultivo de curcuma longa L. (Açafrão-da-índia ou Cúrcuma). Embrapa Agroindústria Tropical. Comunicado técnico, 2009. Acessado em: 03 out. 2018. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CNPAT-2010/11840/1/cot-142.pdf

PERES, A.S. et al. Propriedades funcionais da cúrcuma na suplementação nutricional. Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, v. 1, n. 2, p. 218-88, jul. 2015.

DELECROIX, B. et al. Curcumin and Piperine Supplementation and Recovery Following Exercise Induced Muscle Damage: A Randomized Controlled Trial. Journal of Sports Science and Medicine, v. 16, p. 147-153, 2017.

FONDIN, M. A Roda de Cura pelo aiurveda. Guia prático para uma vida equilibrada com a Medicina Tradicional Indiana. Alaúde Editorial: São Paulo, 2016.

GALGANI, J; RAVUSSIN, E. Energy metabolism, fuel selection and body weight regulation. Int J Obes (Lond)., v. 32, sipp. 7, p. S109-S119, dec. 2008.

Leave a Comment

O produto está esgotado no momento.

Digite o seu email abaixo e nós avisaremos você assim que o produto estiver disponível.

Nome
Email

Área restrita. Não siga este link ou você será banido deste domínio !